Economia 85% dos portugueses defende fim da mudança de hora

85% dos portugueses defende fim da mudança de hora

A esmagadora maioria dos europeus defendem que se acabe com a mudança de hora no Verão. E os portugueses não são excepção. 85% dos participantes no inquérito da Comissão Europeia querem o fim da alteração dos relógios duas vezes por ano.
85% dos portugueses defende fim da mudança de hora
Bloomberg
Sara Antunes 31 de agosto de 2018 às 12:34

O Parlamento Europeu recomendou que se terminasse com a mudança de hora no Verão. E a Comissão Europeia lançou uma consulta pública para saber o que pensam os cidadãos sobre este tema. A consulta pública esteve activa entre os dias 4 de Julho e 16 de Agosto, tendo recebido "4,6 milhões de respostas de todos os 28 Estados-Membros, o número mais elevado de contributos alguma vez recebidos numa consulta pública da Comissão", revelou Bruxelas esta sexta-feira, 31 de Agosto.

 

E a esmagadora maioria dos participantes respondeu que é defensor do fim da mudança de hora. 84% dos europeus que participaram na consulta pública querem que a mudança dos relógios termine.

 

A Comissão Europeia publicou entretanto os dados mais detalhados desta participação, com os alemães a representaram a maior fatia de participação (3,79%), seguidos pelos austríacos (2,94%) e pelos luxemburgueses (1,78%). Os participantes de Portugal representaram 0,33% do total.

 

Os maiores defensores do fim da mudança de hora são os finlandeses (95%) e os polacos (95%). Do lado oposto, estão os cipriotas (47%) e os gregos (44%). Estes foram os únicos países onde a maioria dos participantes preferiam manter a mudança bianual da hora.

 

No caso de Portugal, 85% dos participantes defende o fim da mudança de hora. Já entre os países com maior participação, 84% dos alemães e 77% dos austríacos defendem o seu fim.

 

O país com menor participação foi o Reino Unido, com o número de participantes a representar apenas 0,02%, o que poderá estar relacionado com o facto de este país se estar a preparar para sair da União Europeia.

 

Violeta Bulc, Comissária Europeia responsável pelos Transportes, apresentou estes resultados preliminares ao Colégio de Comissários, que se debruçou já sobre eventuais medidas a tomar. A Comissária Bulc realçou que "milhões de europeus participaram nesta consulta pública para fazer ouvir a sua voz. A mensagem é muito clara: 84% dos participantes querem que se deixe de mudar a hora. Vamos agora agir em conformidade com esta vontade expressa e preparar uma proposta legislativa ao Parlamento Europeu e ao Conselho, que decidiram então em conjunto", de acordo com o comunicado publicado no site da Comissão.

 

A adopção da hora de Verão tornou-se "standard" em toda a Europa nos anos 1980, ainda que já tivesse sido aplicada por alguns países noutras alturas, nomeadamente durante a I e a II Guerra Mundial. A actual legislação sobre a hora legal está em vigor desde 1996 e determina que as mudanças de hora são feitas no último domingo de Outubro (hora de Inverno) e no último domingo de Março (hora de Verão).    




pub