Economia Empresas portuguesas são as mais pessimistas em relação ao Brexit

Empresas portuguesas são as mais pessimistas em relação ao Brexit

Os empresários portugueses são os mais preocupados em relação aos efeitos que a saída do Reino Unido da União Europeia terá, a longo prazo. No entanto, quase metade das empresas na Europa consideram que será bom para o negócio.
Empresas portuguesas são as mais pessimistas em relação ao Brexit
EPA
Gonçalo Almeida 14 de outubro de 2019 às 14:26

As empresas portuguesas são as mais pessimistas sobre os efeitos a longo prazo do Brexit, com 37% a dizer que terá um efeito "negativo" ou "muito negativo", segundo um estudo da Clearwater Internacional, que inquiriu mais de 2.100 empresas das principais economias da Europa Ocidental.

"A curto prazo, antecipar o impacto do Brexit representa um desafio significativo para muitas empresas. Compreensivelmente, a questão está ligada à incerteza em torno do ‘timing’, e de se será uma saída sem acordo, o que poderia ser particularmente perturbador para as empresas em Portugal, uma vez que o Reino Unido é o nosso quarto maior parceiro comercial", disse Rui Miranda, da Clearwater International em Portugal.

No entanto, quase metade do tecido empresarial a nível europeu está otimista de que o Brexit terá um efeito positivo no seu negócio. A nível europeu, cerca de 47% das empresas estão muito otimistas com o sucesso da sua atividade após a saída do Reino Unido da União Europeia.

No Reino Unido, mais de metade (51,2%) das empresas questionadas disse que teria um impacto "positivo" ou "muito positivo", em comparação com 29,2% que pensam que seria "negativo" ou "muito negativo".

Segundo o estudo, este padrão foi replicado em toda a Europa, com cerca de 62% das empresas irlandesas a acreditar que o Brexit será positivo para os seus negócios, em comparação com apenas 29,2% que acreditam que será negativo.

Do mesmo modo, 54,4% das empresas francesas e 58,8% das empresas alemãs no estudo acreditam que o Brexit será, em última análise, positivo para os seus negócios, enquanto 42% das italianas e 38% das espanholas e dinamarquesas pensam o mesmo. 

Apesar da atual incerteza em torno do Brexit ser um grande desafio para as empresas europeias, quase metade das empresas acreditam que a saída definitiva do Reino Unido da UE será positiva para os negócios. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI