Emprego Taxa de desemprego estabiliza nos 6,8%

Taxa de desemprego estabiliza nos 6,8%

O mercado de trabalho português terá estabilizado nos últimos três meses. A estimativa provisória mensal aponta para uma taxa de desemprego de 6,8% em Agosto.
Tiago Varzim 28 de setembro de 2018 às 11:04

A taxa de desemprego terá estabilizado nos 6,8% nos últimos três meses, de acordo com a estimativa provisórios publicada esta sexta-feira, dia 28 de Setembro, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). Há quase 16 anos que não era tão baixa.


A estimativa definitiva para Julho fixou a taxa de desemprego nos 6,8%, o mesmo valor registado em Junho. A estimativa provisória para Agosto aponta para o mesmo valor, representando uma estabilização da taxa de desemprego nos últimos três meses. Em termos homólogos, a taxa de desemprego caiu dois pontos percentuais.

Os valores destacados pelo INE estão ajustados de sazonalidade, o que significa que descontam o efeito do Verão, que geralmente é positivo para a taxa de desemprego uma vez que são criados postos de trabalho temporários.



"Desde Setembro de 2002 que não era observada uma taxa de desemprego tão baixa como as de Junho e Julho de 2018", destaca o INE. No segundo trimestre deste ano, a taxa de desemprego (não ajustada de sazonalidade) fixou-se nos 6,7%, um mínimo de 2004. A meta para 2018 do Governo era uma taxa de desemprego de 7,6%. 

De acordo com os dados provisórios, em Agosto havia 352,5 mil desempregados em Portugal, ligeiramente acima dos 350,7 mil registados em Julho. A população empregada também caiu para os 4,8 milhões, abaixo dos 4,804 milhões de pessoas em Julho. 

A taxa de desemprego dos jovens situou-se nos 19,5%, tendo diminuído 0,2 pontos percentuais face ao mês anterior. Há 74,9 mil desempregados jovens. No segundo trimestre deste ano, a taxa de desemprego jovem atingiu o valor mais baixo em nove anos.
 
(Notícia actualizada pela última vez às 11h27)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI