União Europeia Brexit: Líderes europeus iniciam cimeira ainda sem acordo para aprovar

Brexit: Líderes europeus iniciam cimeira ainda sem acordo para aprovar

Os chefes de Estado e de Governo da União Europeia iniciam hoje à tarde uma cimeira dominada pelo 'Brexit', sem que, apesar dos progressos das últimas horas, haja um acordo com o governo de Boris Johnson para aprovar.
Brexit: Líderes europeus iniciam cimeira ainda sem acordo para aprovar
Reuters
Lusa 17 de outubro de 2019 às 07:34

Ao longo de quarta-feira, responsáveis dos dois lados foram dando conta de grandes progressos nas discussões com vista a uma saída 'ordenada' do Reino Unido da União Europeia em 31 de outubro próximo, considerando mesmo que um acordo poderia estar iminente, uma perceção que ao final da noite ainda não se tinha traduzido no texto jurídico de que os chefes de Estado e de Governo dos 27 necessitam para dar o seu aval.

 

As complexas negociações "até ao último minuto" em busca de um acordo para o 'Brexit' dominam por completo o Conselho Europeu, tendo mesmo levado ao invulgar adiamento, para o próprio dia do início da reunião, do habitual 'briefing' dado na véspera pelos serviços do Conselho, assim como à ausência da divulgação da tradicional carta-convite de Donald Tusk aos chefes de Estado e de Governo a dar conta da ordem de trabalhos e objetivos.

 

Da agenda da cimeira, que se prolonga até à tarde de sexta-feira, constam no entanto diversos outros assuntos 'quentes' da atualidade, como discussões sobre Síria e Turquia à luz dos atuais acontecimentos, as negociações sobre o próximo quadro financeiro plurianual da União pós-2020 (o orçamento da UE 2021-2027) e, a nível de alargamento, a eventual abertura de negociações de adesão com Macedónia do Norte e Albânia.

 

Portugal está representado na cimeira pelo primeiro-ministro indigitado, António Costa, que hoje de manhã, antes dos inícios dos trabalhos do Conselho, vai reunir-se com o presidente cessante da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, num encontro bilateral de trabalho que servirá também de 'despedida'.

 

Fonte oficial indicou à Lusa que o encontro realiza-se por solicitação de António Costa, que quis reunir-se com Juncker antes que este cesse funções como presidente do executivo comunitário - o que deverá suceder no final no corrente mês -, num gesto que reflete o bom relacionamento que o Governo teve com a atual Comissão, e com o seu presidente em particular.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI