Automóvel Alemanha destrona Noruega da liderança europeia nos carros elétricos

Alemanha destrona Noruega da liderança europeia nos carros elétricos

As vendas de automóveis ligeiros de passageiros totalmente elétricos na Alemanha superaram as da Noruega nos primeiros 11 meses deste ano. O país nórdico liderava o mercado europeu desde 2010.
Alemanha destrona Noruega da liderança europeia nos carros elétricos
Pedro Curvelo 09 de dezembro de 2019 às 14:56

A Noruega perdeu em novembro o estatuto de maior mercado de automóveis elétricos na Europa, o que não sucedia desde 2010. O novo "campeão" é a Alemanha, noticia esta segunda-feira a Bloomberg.

Até 30 de novembro foram vendidos 57.533 carros elétricos no mercado alemão, o maior da Europa, o que supera os 56.893 veículos vendidos na Noruega nos primeiros 11 meses do ano.

A Noruega, no entanto, tem uma população de cerca de 5,3 milhões de habitantes, o que representa apenas 6,4% dos mais de 82 milhões residentes na Alemanha.

Mas a Noruega pode terminar o ano no terceiro lugar. Isto porque as vendas de carros elétricos na Holanda têm acelerado e superavam já as 55 mil unidades até novembro. No mês passado, aliás, o modelo mais vendido no mercado holandês foi o Tesla Model 3, com 3.979 veículos entregues. A marca de Elon Musk foi a segunda mais vendida no país em novembro, apenas atrás da Volkswagen, e soma 18.432 carros vendidos este ano, o que lhe vale a nona posição entre as marcas mais populares na Holanda.

A Alemanha apresentou um crescimento de 9,1% nas vendas de carros elétricos em novembro, atingindo as 4.651 unidades. Já na Noruega, de acordo com dados divulgados esta segunda-feira, as vendas destes veículos recuaram 27% no mês passado, cifrando-se em 3.697 unidades.

Ainda assim, em termos dos automóveis em circulação, a Noruega apresenta, por larga margem, a maior quota de veículos elétricos. No final de 2018, os ligeiros de passageiros totalmente elétricos representavam 7,2% do total no país nórdico. A estes números somam-se ainda 3,5% de híbridos Plug-in. Já na Alemanha, os elétricos representavam apenas 0,2% dos carros de passageiros e os híbridos Plug-in valiam 0,1%.

E em Portugal?

Nos primeiros 11 meses do ano as vendas de carros elétricos em Portugal ascendem a 6.219 veículos, o que representa uma subida de 64,6% face a igual período de 2018. No entanto, no ano passado não eram contabilizadas as vendas da Tesla.

Apesar do crescimento das vendas este ano, os dois últimos meses denotaram um abrandamento no mercado de automóveis elétricos em Portugal. Em outubro foram vendidas 435 unidades e em novembro apenas 362 veículos, o pior mês deste ano.

No final de 2018, os automóveis elétricos em circulação nas estradas de Portugal representavam 0,2% do total de ligeiros de passageiros, tendo os híbridos Plug-in um peso sensivelmente idêntico.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI