Automóvel Vendas automóveis recuam 2% em 2019 para 267,8 mil veículos

Vendas automóveis recuam 2% em 2019 para 267,8 mil veículos

As vendas automóveis em Portugal subiram 9,8% em termos homólogos em dezembro, mas o ano de 2019 terminou com uma quebra de 2% face ao ano anterior, que havia sido o melhor desde 2010.
Vendas automóveis recuam 2% em 2019 para 267,8 mil veículos
Reuters
Pedro Curvelo 02 de janeiro de 2020 às 16:14
As vendas automóveis em Portugal recuaram 2% no ano passado face a 2018, cifrando-se em 267.828 unidades, indicou esta quinta-feira a Associação Automóvel de Portugal (ACAP).

A quebra nas vendas foi transversal a todos os segmentos, tendo os ligeiros de passageiros, que representam 83,5% do mercado, registado um decréscimo de 2%, para 223.799 unidades. Já nos comerciais ligeiros a descida foi de 2,1%, para 38.454 viaturas. Nos veículos pesados, as vendas totalizaram 5.575 unidades, o que traduz uma redução de 1,2%.


Em dezembro, no entanto, as vendas cresceram 9,8% face a igual mês de 2018, para 22.698 unidades. As maiores subidas no último mês do ano pertenceram aos comerciais ligeiros (12,5%), seguindo-se os ligeiros de passageiros (9,5%), enquanto nos pesados registou-se uma quebra de 4,8%.

Peugeot encurta distância para líder Renault
No segmento dos ligeiros de passageiros, a Renault manteve a liderança apesar da quebra de 7,1% nas vendas, para 29.014 veículos, o que reduziu a sua quota de mercado de 13,67% para 12,96%.

Já a Peugeot consolidou a segunda posição e encurtou a distância para a rival gaulesa. A marca do grupo PSA, liderado por Carlos Tavares, aumentou as vendas em 3%, para 23.668 unidades, tendo a sua fatia do mercado crescido 0,52 pontos percentuais, para 10,58%.

A fechar o pódio encontra-se a Mercedes-Benz, com 16.561 veículos vendidos, o que traduz uma subida de 0,6%.

Entre as 10 marcas mais vendidas, a Seat destacou-se com a subida de 17,6% nas vendas, totalizando 11.302 automóveis. Desta forma, a Seat subiu da 11.ª para a sétima posição, beneficiando também das fortes quedas de marcas como a Nissan (-32,1%), Opel (-19,6%) e Volkswagen (-16,4%). A Seat ultrapassou também a Toyota, que sofreu um decréscimo de 4% nas vendas e saiu do "top 10". 

Tesla campeã nos elétricos
A Tesla conquistou a liderança no mercado de ligeiros de passageiros totalmente elétricos, um segmento que cresceu 69%, para 6.883 veículos. A marca liderada por Elon Musk fechou o ano com 1.979 unidades vendidas. A ACAP apenas passou a coligir dados da fabricante norte-americana em 2019, pelo que não é possível aferir a evolução face ao ano anterior.

Já a Nissan terminou 2019 com 1.696 veículos vendidos, uma subida de 6,5% face às 1.593 unidades de 2018.

Na terceira posição surge a Renault, com 968 unidades do modelo Zoe. Estes números representam um decréscimo de 25,8% face às vendas de 2018.

Segue-se a BMW, com o modelo i3, que vendeu 586 veículos, mais 61,4% do que em 2018. A quinta posição pertence à Jaguar, com 540 unidades do iPace, o que compara com as apenas 23 viaturas deste modelo vendidas em 2018. O iPace, aliás, representa 63,5% das vendas da marca em Portugal.

(notícia atualizada com mais informação às 17:18)



pub

Marketing Automation certified by E-GOI