Automóvel Vendas de automóveis caem mais de 8% em fevereiro

Vendas de automóveis caem mais de 8% em fevereiro

As vendas de automóveis recuaram mais de 8% em fevereiro, fazendo com que o total das vendas de veículos nos dois primeiros meses deste ano seja 0,8% inferior ao registado no mesmo período de 2018.
Vendas de automóveis caem mais de 8% em fevereiro
Pedro Curvelo 01 de março de 2019 às 17:49
As vendas de automóveis recuaram 8,2% em fevereiro, fazendo com que o total das vendas de veículos nos dois primeiros meses deste ano seja 0,8% inferior ao registado no mesmo período de 2018, revelou esta sexta-feira, 1 de março, a Associação Automóvel de Portugal (ACAP).

Em fevereiro, as vendas de veículos em Portugal cifraram-se em 21.950 unidades, menos 8,2% do que em igual mês do ano passado.

Nos ligeiros de passageiros a quebra foi de 9,3%, para 18.858 automóveis, enquanto nos comerciais ligeiros as 2.621 viaturas vendidas traduzem uma descida de 6,1%. Nos pesados as vendas cresceram 48,1%, para 471 veículos.

No acumulado do ano, as vendas do mercado automóvel cifram-se em 41.075 veículos, menos 0,8% do que no período homólogo. A descida deve-se exclusivamente aos ligeiros de passageiros, cujas vendas nos dois primeiros meses do ano caíram 2,1%, para 34.542 unidades. 

Nos comerciais ligeiros, as vendas de janeiro e fevereiro somaram 5.536 viaturas, uma subida homóloga de 6,2%, enquanto nos pesados os 997 veículos vendidos representam um crescimento de 11,1%.

LIGEIROS DE PASSAGEIROS

No segmento de ligeiros de passageiros, que representa 84% do mercado, o grupo PSA (Peugeot/Citroën/DS/Opel) aumentou as vendas, quer em fevereiro quer no acumulado do ano, o que permitiu à Peugeot consolidar a liderança do mercado, com uma quota de 11,95%, uma melhoria de 1,05 pontos percentuais face a igual período de 2018. A Renault foi líder em fevereiro, mas com uma forte quebra nas vendas em termos homólogos.

Grupo PSA

As marcas do grupo francês liderado por Carlos Tavares aumentaram as vendas nos primeiros dois meses do ano, com excepção da DS, que com 77 veículos vendidos, sofreu uma queda de 43,8%. A Peugeot contabiliza 4.129 automóveis vendidos até fevereiro, uma subida de 7,9% e mantendo a liderança do segmento. 

As vendas da Citroën cresceram 19,8% nos dois meses, para as 2.659 unidades, e a Opel aumentou o número de veículos entregues em 12,1%, com 2.210 veículos.

Renault vende menos mil carros

A Renault conseguiu liderar o mercado em fevereiro, com 2.512 veículos vendidos, mas este número representa menos 904 do que no mesmo mês de 2018, ou seja, uma quebra de 26,5%. No acumulado dos dois meses do ano, a marca francesa entregou 3.842 unidades, uma descida de 21,5% que representa menos 1.050 veículos vendidos.

SIVA continua em queda

As marcas representadas pela SIVA (Volkswagen, Audi e Skoda) continuam em queda, com exceção da Skoda, que subiu ligeiramente as vendas. 

A Volkswagen, principal marca da SIVA, sofreu um decréscimo de 41,2% nas vendas em fevereiro, para as 789 unidades, e nos dois primeiros meses do ano contabiliza 1.536 automóveis vendidos, uma quebra de 23,7%. A Audi regista uma queda de 51% em fevereiro e de 50,1% no acumulado. Nos dois meses, as vendas cifram-se em 472 veículos.

A Skoda aumentou as vendas em 23,8% em fevereiro e em 5,5% nos dois meses, para um total de 250 unidades.

Seat acelera para o top 10

A Seat aumentou as vendas em 29,7% nos dois primeiros meses do ano, para as 1.623 viaturas, o que lhe permitiu entrar no top 10 das marcas mais vendidas. 

Para além da Seat e do "núcleo duro" da PSA (Peugeot, Citroën e Opel), as marcas mais vendidas sofreram todas quedas até fevereiro. A Mercedes-Benz viu as suas vendas recuarem 5,4%, para 2.738 unidades, mantendo, contudo o terceiro lugar no "ranking". 

A BMW encolheu as vendas em 14,6%, para 2.135 veículos, caindo do quarto para o sexto lugar. A Fiat sofreu uma quebra de 10%, para 1.712 unidades, e a Nissan diminuiu em 21,1% as vendas, para 1.482 viaturas.


(Notícia atualizada às 18:43 com dados das várias marcas)



pub

Marketing Automation certified by E-GOI