Banca & Finanças "Tweets" sobre discriminação do Apple Card levam a investigação ao Goldman Sachs

"Tweets" sobre discriminação do Apple Card levam a investigação ao Goldman Sachs

Um regulador de Wall Street abriu uma investigação sobre as práticas do cartão de crédito do banco norte-americano, depois de vários tweets acusarem o novo algoritmo do Apple Card de discriminação de género.
"Tweets" sobre discriminação do Apple Card levam a investigação ao Goldman Sachs
reuters
Negócios 11 de novembro de 2019 às 10:41

Uma série de publicações no Twitter feitas por David Heinemeier Hansson, na passada quinta-feira, começaram a ser republicadas e a ganhar força na rede social. O programador dinamarquês alegou que o novo algoritmo do cartão da Apple, sobre o limite do crédito, é discriminatório para as mulheres.

Hansson começou por dizer que o Apple Card lhe dava um limite de crédito 20 vezes superior, face ao que a sua esposa tinha.




Os "tweets" ganharam ainda mais força depois de terem sido comentados pelo co-fundador da Apple, Steve Wozniak, que não só concordou com o programador dinamarquês, como disse que o mesmo lhe acontecia.



A situação ganhou tanto impacto na rede social que o departamento dos serviços financeiros de Nova Iorque abriu uma investigação à conduta do Goldman Sachs. "O departamento conduzirá uma investigação para determinar se a lei de Nova Iorque foi violada e garantir que todos os consumidores são tratados igualmente, independentemente do sexo ", afirmou Linda Lacewell, porta-voz do departamento de serviços financeiros.

"Qualquer algoritmo que intencionalmente, ou não, resulte em tratamento discriminatório para as mulheres ou qualquer outra classe de pessoas protegidas viola a lei", acrescentou.

Apple Card oferece apenas contas individuais e é possível para dois membros da família receberem decisões de crédito diferentes, disse um porta-voz do Goldman. "Em todo o caso, não tomamos e não tomaremos decisões com base em fatores como género", adiantou. 

Hansson disse que a resposta do Goldman não explica aquilo que aconteceu.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI