Comércio Lucro da Sonae encolhe para menos de metade por ausência de extraordinários

Lucro da Sonae encolhe para menos de metade por ausência de extraordinários

A Sonae encerrou o primeiro semestre com 38 milhões de euros de lucro, uma quebra de 52,8% face à primeira metade do ano passado. Excluindo a mais-valia obtida no segundo trimestre de 2018 com a venda da participação na Outsystems os lucros cresceram 24%.
Lucro da Sonae encolhe para menos de metade por ausência de extraordinários
Ricardo Castelo/Negócios
Pedro Curvelo 21 de agosto de 2019 às 19:35
A Sonae encerrou a primeira metade do ano com lucros de 38 milhões de euros, uma quebra de 52,8% face aos 80 milhões obtidos em igual período do ano passado, indicou esta quarta-feira a empresa liderada por Cláudia Azevedo. Excluindo as mais-valias geradas pela venda da participação na Outsystems no segundo trimestre de 2018, os lucros da Sonae cresceram 24%, assinala a empresa.

O volume de negócios ascendeu a 2.985 milhões de euros, o que traduz uma subida de 11%, "com uma contribuição particularmente forte da Sonae MC, um crescimento sólido na Sonae IM e uma melhoria de desempenho da Worten e Sonae Fashion no segundo trimestre", assinala a CEO da Sonae, citada no comunicado. "A Sonae teve um primeiro semestre muito positivo, com forte crescimento, melhorias de rentabilidade e importantes marcos em termos de gestão de portefólio", considera Cláudia Azevedo.

O resultado antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (EBITDA) cresceu 9,6%, atingindo os 284 milhões de euros. Este desempenho foi impulsionado "pela consolidação integral da Sonae Sierra e também pela clara melhoria de desempenho da ISRG, que teve um contributo positivo de três milhões de euros", indica a Sonae.

A Sonae MC, a unidade de retalho do grupo, alcançou um volume de negócios de 2.180 milhões de euros, mais 10% do que um ano antes, tendo as vendas "like for like" crescido 3,9%. Nos primeiros seis meses do ano, a Sonae MC abriu 30 novas lojas, incluindo um Continente Modelo e cinco Continente Bom Dia. O EBITDA subjacente da Sonae MC cifrou-se em 207 milhões de euros, mais 26,4 milhões do que no primeiro semestre de 2018.

A Worten, insígnia de retalho de eletrónica, faturou 473 milhões de euros, um valor "em linha com ano passado", tendo o EBITDA subjacente sido de 15 milhões de euros. A Sonae sublinha que no segundo trimestre as vendas online do marketplace da Worten cresceram "acima de 50%".

A Sonae Fashion, que inclui as marcas Deeply, MO, Zippy, Losan e Salsa, aumentou o volume de negócios na primeira metade do ano em 3,5%, para os 177 milhões de euros. No segundo trimestre o crescimento homólogo situou-se em 7,4%.

Já no retalho de desporto, com o Iberian Sports Retail Group (ISRG), "joint-venture" que alia a Sonae ao grupo JD e à Sprinter, as vendas subiram 13,9%, para 328 milhões de euros, tendo o EBITDA quase duplicado, passando de 13 para 25 milhões. A Sonae tem uma participação de 30% no ISRG e o contributo do ISRG para as contas semestrais da Sonae "fixou-se em três milhões de euros", um valor que compara com os três milhões negativos de há um ano atrás.

Nos serviços financeiros, a Sonae FS viu o volume de negócios crescer 19,7%, para 17 milhões de euros.

Investimento cresce 25% e dívida diminui

A Sonae destaca ainda o investimento realizado no primeiro semestre, que ascendeu a 189 milhões de euros. Este valor representa um crescimento de 25,3% face aos primeiros seis meses de 2018 e incluem as aquisições da rede de parafarmácias e cosmética espanhola Arenal bem como as participações adquiridas pela Sonae IM na Cellwize e na CB4. 

Adicionalmente, refere a empresa, a Sonae MC "continua o seu rápido programa de expansão" com a abertura de 30 novas lojas.

Apesar do reforço do investimento, sublinha a Sonae, a dívida líquida em base comparável reduziu-se em 131 milhões de euros face a 30 de junho de 2018. "Considerando as mudanças de portefólio ao longo dos últimos meses (nomeadamente os investimentos de capital na Sonae Sierra e Arenal), a dívida líquida total foi de 1.755 milhões de euros", nota a empresa.

A Sonae assinala também a criação de mais de 1.200 empregos nos últimos 12 meses.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI