Comércio “Quem não come tudo, Embrulha” mais de oito toneladas no Porto

“Quem não come tudo, Embrulha” mais de oito toneladas no Porto

O projecto “Embrulha”, que incentiva os restaurantes do Porto a disponibilizarem aos clientes embalagens biodegradáveis para levarem para casa o que ficou na travessa, já permitiu o reaproveitamento de mais de oito toneladas de alimentos. Iniciativa chega agora a Matosinhos.
“Quem não come tudo, Embrulha” mais de oito toneladas no Porto
Rui Neves 18 de outubro de 2018 às 11:33

A iniciativa começou em 2016, como estudo piloto, junto de uma dúzia de restaurantes do Porto: conduzido pela Lipor, a empresa que trata do lixo da região, em parceira com um grupo de estudantes da universidade holandesa de Wageningen, foi disponibilizado aos estabelecimentos embalagens biodegradáveis para oferta aos seus clientes, dando-lhes a possibilidade de levarem consigo, sem custos, as sobras alimentares.

 

Os resultados da iniciativa, que durou apenas uma semana, revelaram-se bastante positivos, tendo conseguido evitar o desperdício de 30 quilos de alimentos.

 

O objectivo do projecto "Embrulha" passa precisamente por "reduzir o desperdício de alimentos no sector da restauração, reavivando simultaneamente junto do cidadão o comportamento de levar para casa, sem preconceito, aquilo que sobrou da sua refeição", explica a Associação Portuguesa de Hotelaria, Restauração e Turismo (APHORT).

 

Nos restaurantes aderentes, quando o cliente se senta encontra na mesa um desdobrável vermelho intitulado "Quem não come tudo, Embrulha".

 

Há um ano, o "Embrulha" voltou às mesas dos restaurantes para ficar. "Desde então, o projecto tem vindo a crescer, contando com uma aceitação muito positiva por parte dos estabelecimentos e do consumidor final", considera a APHORT, em comunicado, adiantando que, até ao primeiro semestre deste ano, a iniciativa já permitiu a distribuição de 23.055 embalagens e o reaproveitamento de 8,4 toneladas de alimentos, "evitando a produção do equivalente a 1,76 toneladas de dióxido de carbono".

 

O "Embrulha" alargou-se agora a Matosinhos, o concelho da Área Metropolitana do Porto com a maior concentração de restaurantes, com a adesão de 14 estabelecimentos, contando agora com um total de meia centena de restaurantes.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI