Aviação IPO da TAP “é questão de acionistas definirem se e quando”

IPO da TAP “é questão de acionistas definirem se e quando”

O presidente executivo da companhia área remete para os acionistas a decisão de abrir o capital da TAP. À gestão cabe deixar a empresa pronta para o fazer.
IPO da TAP “é questão de acionistas definirem se e quando”
Maria João Babo 20 de fevereiro de 2020 às 13:36

O CEO da TAP, Antonoaldo Neves, considerou esta quinta-feira, na apresentação dos resultados de 2019, que "na visão da comissão executiva a TAP está pronta para buscar qualquer tipo de capital".

Remetendo a decisão de avançar com a dispersão de capital em bolsa para os acionistas, o responsável frisou que "a empresa está pronta para o momento que o acionista decidir". "É só uma questão de os acionistas definirem se e quando", disse.

Antonoaldo Neves escusou-se a precisar datas, salientando não haver "espaço para abrir capital no momento que quero", que a operação depende sim das condições do mercado.  

Pelo lado da gestão, disse estar a trabalhar para a empresa apresentar lucro operacional em 2020, à semelhança do que conseguiu na segunda metade de 2019. "São precisos dois, três, quatro trimestres", frisou.

"O que o mercado procura num IPO é a consistência na melhoria dos resultados", disse.

Sobre os resultados líquidos que prevê para 2020, depois de no ano passado ter registado prejuízos de quase 106 milhões de euros, o CEO escusou-se a dar "guidances" nesse indicador específico.  




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI