Energia EDP Renováveis participa em consórcio na Coreia do Sul para desenvolver parque eólico

EDP Renováveis participa em consórcio na Coreia do Sul para desenvolver parque eólico

A EDP Renováveis, a WindPower Korea e a Aker Solutions formaram uma parceria para desenvolver um parque eólico flutuante de 500 MW na costa de Ulsan, na Coreia do Sul.
EDP Renováveis participa em consórcio na Coreia do Sul para desenvolver parque eólico
Gonçalo Almeida 18 de outubro de 2019 às 09:53
A EDP Renováveis anunciou uma parceria na Coreia do Sul com a Aker Solutions para adquirir uma parte significativa no parque eólico KFWind, da WindPower Korea, que ficou com uma participação minoritária, de acordo com uma notícia avançada pela Bloomberg e que agora a EDP confirma, em comunicado. 

"O novo consórcio está empenhado em apoiar os ambiciosos planos de energia renovável do governo sul-coreano, que quer instalar 13 GW de energia eólica em alto mar até 2030 e ter pelo menos 30% de produção renovável até 2040", disse a empresa liderada por António Mexia, em comunicado.

O valor da transação não foi divulgado por nenhuma das empresas envolvidas. 

A Principle Power, um fornecedor de tecnologia e serviços para a indústria eólica e que tem a EDP como um dos acionistas, detinha parte do mesmo parque eólico, mas decidiu abandoná-lo para se focar no seu negócio "core" de serviços tecnológicos no mercado coreano.

O parque eólico situado em Ulsan, no sudeste do país, nasceu através de um memorando de entendimento com a autarquia local em janeiro deste ano, com o objetivo de colocar Ulsan como principal produtor no mercado eólico "offshore" da Coreia do Sul e dos países na periferia. 

Na passada terça-feira, dia 15 de outubro, a EDP Renováveis divulgou um aumento homólogo de 6% da produção para os 21,9 TWh, nos primeiros nove meses deste ano, com forte apoio do segmento eólico". 

(Notícia atualizada às 10:38)



Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI