Indústria Gama faliu com dívidas de 334 milhões ao Novo Banco e mora no Brasil: “Vendo o almoço para pagar o jantar”

Gama faliu com dívidas de 334 milhões ao Novo Banco e mora no Brasil: “Vendo o almoço para pagar o jantar”

O dono da Prebuild, que detinha empresas como a Levira e a ex-Mestre Maco, tem os rendimentos penhorados. Depois de uma romena e uma portuguesa, casou-se com uma brasileira e vive em Mato Grosso do Sul. “Aos bandidos que ficaram com milhões e milhões, ninguém lhes toca”, desabafou ao Expresso.
Gama faliu com dívidas de 334 milhões ao Novo Banco e mora no Brasil: “Vendo o almoço para pagar o jantar”
João Gama Leão: "Aos bandidos que ficaram com milhões e milhões, ninguém lhes toca."
Rui Neves 16 de novembro de 2019 às 11:38

João Gama Leão, de 44 anos, construiu um conglomerado industrial sobretudo ligado à área da construção, com empresas como a Levira, a Aleluia Cerâmicas, a Viúva Lamego, a Kind ou a Porama, a que juntou a rede de lojas de bricolage Izibuild (ex-Mestre Maco), entre muitas outras. E viu na Colômbia o seu eldorado. Faliu tudo.

 

A queda do grupo Prebuild foi precipitada pela forte ligação financeira à família Espírito Santo: o empresário aplicara mais de 20 milhões de euros na Espírito Santo International e financiara-se no BES na cruzada de aquisições em Portugal.

 

As empresas da Prebuild começaram a cair, uma a uma, em processos de insolvência, o herdeiro do BES ainda chegou a perdoar ao grupo 88 milhões de euros, no âmbito de um Processo Especial de Revitalização (PER), mas o império de Gama Leão acabou por ser liquidado, tendo deixado um rasto de 334 milhões de euros de dívidas ao Novo Banco, credor de 85% da dívida total.

 

O que é feito de Gama Leão? Dois anos depois de aprovar a sua insolvência pessoal, o tribunal determinou, na semana passada, a penhora dos rendimentos do empresário que excedam "três remunerações mínimas garantidas" no Brasil, país onde reside há quatro anos, conta o semanário Expresso deste sábado, 16 de novembro.

 

O rendimento do antigo patrão da Prebuild está assim limitado a algo equivalente a 800 euros mensais, com a sentença judicial a salvaguardar as pensões de alimentos aos filhos menores do anterior casamento de Gama Leão, que depois de uma romena e uma portuguesa, casou-se com uma brasileira, adotando o regime de separação de bens.

 

Quando o Novo Banco avançou com o pedido de insolvência do empresário, em abril de 2017, já Gama Leão tinha vendido a sua casa na Beloura e feito as partilhas com o irmão Martinho, que ficou dono das operações em Angola, transferindo-se para um condomínio de luxo em São Paulo, morando atualmente em Campo Grande, a capital do Estado de Mato Grosso do Sul, onde reside a família da esposa Suellen.

 

Então quais foram os rendimentos que Gama Leão nomeou no processo? "Infelizmente, não tenho rendimentos. Todo o património que tinha estava dentro das empresas", respondeu ao Expresso. "Como se diz no Brasil, vendo o almoço para pagar o jantar", rematou.

 

Apesar de garantir não ter dinheiro nem bens, o Expresso confirmou que o empresário viaja com regularidade para Portugal, "onde chegou no início do mês e só regressa depois do Natal".

 

E foi na capital portuguesa que atendeu a chamada telefónica do jornal, revelando que se encontra instalado num "hotel modesto", em Cascais. E como paga o hotel? "É um hotel barato, tenho família que ajuda, não tenho nada a esconder. Não ando a pedir na rua, mas já faltou mais", respondeu.

 

E deixou um desabafo: "Aos bandidos que ficaram com milhões e milhões, ninguém lhes toca."




pub

Marketing Automation certified by E-GOI