Indústria Produção da indústria portuguesa contrai pelo segundo mês

Produção da indústria portuguesa contrai pelo segundo mês

A quebra da produção industrial em julho foi menor do que a do mês anterior, mas marcou já o segundo mês consecutivo de descidas homólogas.
Produção da indústria portuguesa contrai pelo segundo mês
Mariline Alves/Cofina
Rita Faria 30 de agosto de 2019 às 11:25

A produção industrial em Portugal caiu em julho pelo segundo mês consecutivo, segundo os dados revelados esta sexta-feira, 30 de agosto, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Depois de ter descido 5,5% em junho, face ao mesmo mês do ano passado, a produção das fábricas portuguesas desceu 3,5% em julho, uma evolução que foi particularmente influenciada pelo setor da energia, que registou uma quebra homóloga de 11,6%.

Se não fosse esta evolução da energia, o índice global teria caído apenas 1,3%, segundo o INE.

A influenciar negativamente o índice de produção industrial estiveram também os agrupamentos de bens de consumo (-2,7%) e de bens intermédios (-0,6%).

Na comparação mensal, a produção da indústria portuguesa já registou uma variação positiva, tendo subido 3,5% em relação a junho, depois da descida de 4,7% observada no mês anterior.

Neste caso, o agrupamento de energia passou de uma variação mensal de -1,1% em junho para 9,6% em julho. Já a taxa de variação do agrupamento de bens de consumo situou-se em 2,5% e a dos agrupamentos de bens intermédios e de bens de investimento foi, em ambos os casos, de 2%.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI