Redes Sociais Pinterest já pediu para entrar em bolsa

Pinterest já pediu para entrar em bolsa

A rede social de partilha de fotos tem em vista uma oferta pública inicial em junho, segundo o The Wall Street Journal.
Pinterest já pediu para entrar em bolsa
Reuters
Carla Pedro 21 de fevereiro de 2019 às 21:38

O Pinterest fez um pedido confidencial de entrada em bolsa e tem em vista uma oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) para junho próximo, avançou o The Wall Street Journal.

 

A empresa, de acordo com o WSJ, contratou já o Goldman Sachs e o JPMorgan Chase para liderarem o processo.

 

Segundo o mesmo relato, a empresa comandada por Ben Silbermann poderá conseguir uma avaliação na ordem dos 12 mil milhões de dólares.

 

Também a CNBC e a Business Insider confirmaram já esta informação.

 

O Pinterest é uma rede de partilha de fotos em franco crescimento. Ben Silbermann criou a plataforma em 2010 e em setembro do ano passado alcançou o marco dos 250 milhões de utilizadores ativos por mês.

 

O presidente executivo, citado pela Universo Movie Forward, diz que o Pinterest "pretende ser um lugar seguro e feliz para quem está à procura de inspiração, auto-aperfeiçoamento ou uma boa receita de biscoitos de caramelo".

 

A empresa também rejeita a fórmula típica de Silicon Valley de se mover rapidamente e perseguir o crescimento a todo custo. E agora, depois de muita especulação sobre este assunto, decidiu-se finalmente a distribuir as suas ações em bolsa.

 

Com esta decisão, a empresa junta-se assim a um crescente níumero de outras ecnológicas que se espera que entrem em bolsa este ano, como é o caso da Uber, da Lyft e da Postmates, sublinha a CNBC.

 
O Pinterest já conseguiu, até à data, angariar cerca de 1,5 mil milhões de dólares em financiamento, segundo os dados da Crunchbase. 

(notícia atualizada às 21:57)




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI