Telecomunicações Telecom Italia quer 13 mil milhões de euros pela sua participação na Tim

Telecom Italia quer 13 mil milhões de euros pela sua participação na Tim

A operadora italiana quer 13 mil milhões pela sua participação de 67% na Tim, um valor superior à capitalização bolsista da empresa, que totaliza 10,9 mil milhões de euros.
Telecom Italia quer 13 mil milhões de euros pela sua participação na Tim
Rita Faria 09 de setembro de 2014 às 12:58

A Telecom Italia exigirá, no mínimo, 13 mil milhões de euros pela sua participação maioritária na Tim, a operadora brasileira que está na mira da Oi e da América Móvil, avança esta terça-feira, 9 de Setembro, a Bloomberg, citando fontes próximas do processo. 

 

Uma vez que a participação da italiana é de 67% da Tim, esse preço atribui ao conjunto da empresa um valor de cerca de 20 mil milhões de euros – que compara com a capitalização bolsista de cerca de 10,9 mil milhões de euros, de acordo com as cotações de fecho da sessão de ontem. Ou seja, a italiana está a avaliar a empresa em quase o dobro do seu valor no mercado.

 

A noticia surge na sequência da informação confirmada ontem pelo administrador financeiro da América Móvil de que a empresa está em conversações com a Oi para apresentarem uma proposta conjunta para a compra da Tim.

 

As empresas ainda não terão chegado a um acordo formal, segundo o administrador financeiro da empresa de Carlos Slim, Garcia-Moreno.

  

A proposta conjunta da Oi, liderada por Zeinal Bava, e da América Móvil surge depois de concluída a disputa entre a Telefónica e a Telecom Italia pela compra da brasileira GVT, que deu vitória à operadora espanhola.

 

A eventual aquisição da Tim pela América Móvil e a Oi permitirá às duas empresas ganharem quota de mercado no Brasil, dividindo entre si os activos da segunda maior operadora de telecomunicações móveis do país. Já a Telecom Italia, que perdeu a "guerra" pela GVT, poderá desfazer-se brevemente da Tim Participações. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI