Turismo & Lazer Dono dos hotéis Moov admite fechar Tasty District no Porto

Dono dos hotéis Moov admite fechar Tasty District no Porto

O grupo Endutex, um dos maiores produtores mundiais de têxteis técnicos e com operações imobiliárias e hoteleiras, decidiu abandonar a gestão do espaço de restauração e lazer que ocupa o antigo edifício do Comando Metropolitano da PSP, onde investiu 3,6 milhões de euros.
Dono dos hotéis Moov admite fechar Tasty District no Porto
O Tasty District ocupa as antigas garagens do Comando Metropolitano da PSP, na zona portuense da Batalha.
Rui Neves 27 de dezembro de 2019 às 12:17

Cerca de dois anos e meio depois de ter aberto o Tasty District, uma área de restauração e lazer com uma dezena de diferentes conceitos, situada nas antigas oficinas da PSP, na zona da Batalha, no Porto, a promotora Endutex decidiu deixar a gestão do projeto, a partir do próximo ano.

 

"O grupo Endutex está neste momento a avaliar propostas para a exploração do espaço, o que pode inclusivamente passar por manter o espaço nos mesmos moldes, apenas com outro nome e uma nova gestão", explicou fonte oficial do grupo ao Negócios.

 

"Neste momento, há vários cenários em aberto, o que está também a condicionar a saída da Endutex, que está determinada a assegurar a melhor continuidade do espaço e enquanto as negociações estiverem a decorrer não há uma decisão fechada sobre a sua saída", adiantou a mesma fonte, que não eliminou o cenário de encerramento do espaço.

 

A decisão de abandonar a gestão do Tasty District foi "uma opção estratégica necessária para concentrar esforços nos projetos de hotelaria e gestão imobiliária do grupo, nos quais se prevê um importante investimento nos próximos anos", justificou André Ferreira, administrador do grupo Endutex, em comunicado.

 

De resto, a Endutex garante que "irá garantir o cumprimento de todos os compromissos estabelecidos com os inquilinos até final do contrato, bem como assegurar a melhor solução para a continuidade do espaço".

 

Foi a 9 de fevereiro de 2017 que a Endutex inaugurou o District Offices & Lifestyle, um centro empresarial que ocupa um edifício que já recebeu o Governo Civil do Porto e o Comando Metropolitano da PSP.

 

Situado próximo do Teatro Nacional de São João e da Praça da Batalha, o edifício que alberga o District foi construído no século XVIII, no local onde foi demolida a Muralha Fernandina.

 

Desocupado desde 2012, o edifício foi adquirido pelo grupo Endutex dois anos depois, quando arrematou o imóvel, num leilão da Estamo, empresa da estatal Parpública, por 1,6 milhões de euros.

 

Incluindo o valor da aquisição, o investimento na recuperação do edifício rondou os 3,6 milhões de euros.

 

Com um total de cerca de seis mil metros quadrados completamente renovados, os cinco pisos temáticos do District Offices & Lifestyle conta com dezenas de espaços para escritórios e é gerido, desde maio do ano passado, pela Regus, empresa multinacional dedicada aos espaços flexíveis de trabalho.

Quatro meses depois, era inaugurada a zona de restauração nas antigas garagens da PSP.

 

Fundada em 1970, em Caldas de Vizela, o grupo Endutex é um das maiores produtoras mundiais de têxteis técnicos revestidos, detendo unidades industriais em Portugal (Santo Tirso, onde detém a sede) e no Brasil, e filiais em Espanha, Alemanha, Polónia, República Checa, Hungria e Estados Unidos. Emprega mais de 600 pessoas e exporta 85% da produção.

 

Nos últimos anos, o grupo Endutex tem vindo a diversificar as suas áreas de negócios, através de fortes investimentos no imobiliário e na hotelaria.

 

Lançou a marca hoteleira "low-cost" Moov, tendo três em operação em Portugal (no Porto, em Matosinhos e em Évora) e um no Brasil, em Curitiba, e mais dois em construção em Lisboa e um em Oeiras.

 

No Brasil, tem em desenvolvimento projetos hoteleiros em Portalegre e São Paulo, e em estudo a internacionalização da marca Moov para Espanha, Alemanha e Polónia.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI