Mercados 5 coisas que precisa de saber para começar o dia

5 coisas que precisa de saber para começar o dia

Esta terça-feira o governador do banco central francês, Villeroy de Galhau, é orador num evento em Londres e muitos olhares estarão centrados no seu discurso, esperando-se que possa explicar o motivo de estar contra a proposta de Draghi relativa à flexibilização quantitativa.
5 coisas que precisa de saber para começar o dia
Carla Pedro 17 de setembro de 2019 às 07:30
Membros do BCE discursam e Galhau centra atenções

Vários membros do Banco Central Europeu (BCE) vão fazer declarações em diferentes eventos, esta terça-feira. Enquanto François Villeroy de Galhau vai estar presente numa conferência em Londres, o economista-chefe do BCE, Philip Lane, e o membro do conselho executivo, Benoit Coeure, falam no Luxemburgo. São as primeiras declarações após as medidas anunciadas pelo BCE na última quinta-feira.

 

Os intervenientes do mercado vão estar especialmente atentos ao discurso do governador do Banco de França depois de Villeroy de Galhau ter surpreendido ao mostrar-se contra o "quantitative easing" do BCE. A autoridade monetária liderada por Mario Draghi anunciou, na semana passada, que vai avançar com novos estímulos à economia da Zona Euro.

 

Fed inicia reunião de política monetária

Tem hoje início, em Washington, a reunião de dois dias da Reserva Federal norte-americana. Os responsáveis da Fed deverão debater um novo corte dos juros diretores, de modo a revitalizarem a economia dos EUA.

 

Muitos analistas acreditam que a Reserva Federal vai voltar a reduzir a taxa dos fundos federais em 25 pontos base.

 

Petróleo dispara com ataque a instalações sauditas

Os preços do petróleo dispararam ontem nos principais mercados internacionais, tendo encerrado a escalar na ordem de 14% em Londres e Nova Iorque, depois de o Brent do Mar do Norte – crude de referência para as importações europeias – ter chegado a subir perto de 20%.

 

Esta forte valorização do "ouro negro", que levou a que os investidores preterissem as ações em favor de ativos-refúgio, deveu-se ao ataque, no sábado, contra instalações da Saudi Aramco, que afetaram cerca de metade da produção de crude da companhia estatal da Arábia Saudita. Os ataques com drones, reivindicados pelos rebeldes hutis iemnitas, levaram também a um recrudescer de tensões entre Washington e Teerão, já que os hutis são apoiados politicamente pelo Irão – grande rival regional da Arábia Saudita.

 

Trump anuncia acordo de princípio com Japão sobre comércio

O presidente norte-americano, Donald Trump, anunciou na segunda-feira, num comunicado divulgado pela Casa Branca, que foi alcançado um acordo de princípio relativamente a barreiras comerciais entre os Estados Unidos e o Japão.

 

Segundo o mesmo documento, Trump diz pretender chegar ao acordo comercial efetivo com o Japão nas próximas semanas. Trump afirma também que Washington e Tóquio vão alcançar um acordo executivo relativo ao comércio digital.

 

Produção industrial em foco nos EUA

Um dia depois da China, são os EUA a reportar a evolução da produção industrial, no último mês. A expectativa é de que o indicador registe uma ligeira subida, após ter caído -0,2%, no mês anterior.

 

Na Europa, destaque para o índice Zew do sentimento económico na Zona Euro e na Alemanha relativos ao mês de setembro.

 




Marketing Automation certified by E-GOI