Mercados Criador de criptomoeda paga 4,57 milhões para almoçar com Buffett

Criador de criptomoeda paga 4,57 milhões para almoçar com Buffett

O leilão anual para ganhar um almoço com Buffett já tem um vencedor, e surge de uma área de negócio improvável: vem do mundo das criptomoedas, um dos investimentos mais criticados pelo dono da Berkshire Hathaway.
Criador de criptomoeda paga 4,57 milhões para almoçar com Buffett
Rick Wilking / Reuters
Negócios com Bloomberg 04 de junho de 2019 às 11:25

Justin Sun, fundador da décima maior criptomoeda do mundo, ganhou um almoço com Warren Buffett, investidor de renome e descrente do valor das moedas virtuais. Para conquistar o encontro, Sun teve de desembolsar 4,57 milhões de dólares, ou 4,06 milhões de euros.

Sun venceu o leilão que é lançado anualmente por Buffett, no qual o afamado investidor promete um almoço na sua companhia aos candidatos em troca da maior quantia que estejam dispostos a pagar. O montante reverte para causas solidárias.

Para além de Justin Sun, também líderes da indústria de blockchain serão convidados a estar presentes no encontro, o vigésimo deste tipo, de acordo com a publicação feita por Sun no Twitter.

Buffett disse estar ansioso por conhecer Sun e os seus amigos. Já o empreendedor das criptomoedas espera convencer Buffett de que o mundo das moedas virtuais constitui um bom investimento. "É muito comum em círculos de investidores que se mude de ideias", defendeu Sun numa entrevista por telefone à Bloomberg. "As oportunidades de investimento são maiores quando muita gente está a subestimar a tecnologia". Sun aponta o erro, já admitido por Buffett, do investimento na Kraft Heinz, e a falha em perceber atempadamente o potencial da Amazon, Alphabet e Apple.

O dono da Berkshire Hathaway tem sido crítico da valorização das criptomoedas, considerando-as "veneno para ratos ao quadrado". Já a tecnologia de blockchain, concedeu que fosse "importante", em declarações à CNBC, já este ano.

Justin Sun lançou a Tronix, conhecida por Tron ou TRX token, em 2017. Está avaliada em 2,56 mil milhões de dólares e é a décima maior criptomoeda no mundo, de acordo com o site Coinmarketcap.com. Antes disso, foi o responsável pelo lançamento da Peiwo, a equivalente do Snapchat no mercado chinês, conquistando milhões de utilizadores. No ano passado, Sun comprou o BitTorrent por 120 milhões de dólares, um software que tem utilizado para potenciar os negócios de moeda virtual.

30 milhões para uma boa causa

A quantia angariada até ao presente, no aglomerado das vinte edições do leilão para almoçar com Buffett, já supera os 30 milhões de dólares. O montante reverte para a Glide, uma instituição de solidariedade social sediada em São Francisco, na Califórnia. A Glide tem como missão alimentar os sem-abrigo da cidade e ajudá-los a encontrar abrigo e procura também apoiar vítimas de violência doméstica.

Este ano foi o primeiro em que a fasquia dos 4 milhões de dólares foi superada. Antes, as maiores quantias foram entregues por anónimos, em 2012 e 2016: exatamente 3.456.789 dólares em ambos os anos.

A maioria dos nomes conhecidos trata-se de gestores de fundos de investimento. No caso de Ted Weschler, a vitória no leilão deu-lhe não só dois almoços com Buffett como também, mais tarde, um lugar na Berkshire Hathaway. Weschler ganhou com uma aposta de 2,6 milhões em 2010 e outra apenas 100 dólares mais elevada no ano seguinte.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI