Taxas de juro Juros máximos nos cartões de crédito já estão abaixo dos 24%

Juros máximos nos cartões de crédito já estão abaixo dos 24%

As taxas de juro máximas aplicadas aos cartões de crédito chegaram a superar os 37%. No primeiro trimestre do próximo ano, as entidades financeiras não poderão cobrar mais de 23,1%.
Juros máximos nos cartões de crédito já estão abaixo dos 24%
Bloomberg
Sara Antunes 04 de dezembro de 2013 às 14:45

O Banco de Portugal divulgou esta quarta-feira, 4 de Dezembro, as taxas de juro máximas que podem ser aplicadas nos diferentes segmentos de crédito ao consumo. A tendência foi de queda generalizada. Só nos contratos de crédito automóvel usados houve subidas.

 

A taxa mais elevada continua a ser a dos Cartões de Crédito, Linhas de Crédito, Contas Correntes Bancárias e Facilidades de Descoberto, que se vai fixar, no primeiro trimestre de 2014 nos 23,1%. Actualmente está nos 24,2%. E compara com os 32,8% passíveis de serem cobrados no primeiro trimestre de 2009 – primeira vez que o Banco de Portugal determinou as taxas máximas – e com o máximo de 37,3% praticado no quarto trimestre de 2012.

 

Mas a tendência é de queda na generalidade dos destinos de financiamento. No crédito pessoal vai verificar-se uma descida quer na “Finalidade Educação, Saúde e Energias Renováveis e Locação Financeira de Equipamentos” quer nos “outros créditos ao consumo”.

 

Já no segmento automóvel verifica-se uma descida nos juros dos contratos ALD novos e com reserva de propriedade novos. Já nos usados vai observar-se subidas nos usados quer ALD que nos com reserva de propriedade novos.

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI