Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante, faça LOGIN
Camilo Lourenço
Camilo Lourenço 17 de novembro de 2019 às 21:30

Quando a estupidez se faz política 

Afinal o cidadão poupado, precavido, em vez de ser recompensado, vai ser duplamente penalizado: porque não gastou (ou gastou menos) e porque tem rendimentos de capital/prediais. Tudo porque aforrou.

Imagine alguém (cidadão A) que ao longo dos últimos 20 anos de vida profissional poupou parte do seu rendimento. E que o pôs a render. Seja em aplicações financeiras (depósitos a prazo, fundos de investimento,

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês
Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 23:00
Saiba mais
pub

Marketing Automation certified by E-GOI