Cronista
Carlos Bastardo
Carlos Bastardo O Produto Interno Bruto (PIB) deveria estar a crescer mais 14.10.2018 Carlos Bastardo
A crise iniciou-se há cerca de 10 anos. Como estava Portugal nessa altura e atualmente? Será que com uma taxa de desemprego de 6,7%, o PIB não deveria estar a crescer mais? E, se sim, porque não cresce?
Carlos Bastardo Execução orçamental até julho: grande peso dos juros e encargos 29.08.2018 Carlos Bastardo
Analisando a execução orçamental divulgada em 27 de agosto pela Direção-Geral do Orçamento, verifica-se que continuamos com um défice das Administrações Públicas, que ascendeu a 2.623,8 milhões de euros em julho de 2018.
Carlos Bastardo Processo de desalavancagem continua, mas muito devagar!  26.08.2018 Carlos Bastardo
Se analisarmos o endividamento pelos três segmentos, famílias, empresas e setor público, verificamos que quem desalavancou mais nos últimos anos (em % do PIB) foram as famílias e as empresas.
Carlos Bastardo Poupança versus Endividamento 22.07.2018 Carlos Bastardo 41
Não posso deixar de olhar com preocupação quando vejo o limite máximo da taxa de esforço permitido pelo supervisor nos 50%. Acho um valor elevado.
Carlos Bastardo O problema das dívidas públicas  01.05.2018 Carlos Bastardo
Fundo Monetário Internacional (FMI) apresentou recentemente o relatório Fiscal Monitor que revela uma tendência crescente da dívida pública face ao Produto Interno Bruto (PIB) nos EUA, enquanto na Zona Euro a tendência é inversa.
Carlos Bastardo Boa evolução do setor bancário em 2017 22.04.2018 Carlos Bastardo
A necessidade de vender ativos, de racionalizar a rede de agências e de apostar cada vez mais na banca eletrónica, vai fazer com que os bancos continuem uma trajetória de racionalização da rede de retalho e, consequentemente, uma diminuição da dimensão dos serviços centrais.
Carlos Bastardo Criptomoedas: riscos subjacentes 19.02.2018 Carlos Bastardo
As moedas virtuais são apenas isso: virtuais. E, portanto, os investidores e os consumidores têm de estar muito atentos e medir adequadamente os riscos significativos que estas moedas incorporam.
Carlos Bastardo Desemprego jovem muito elevado 22.11.2017 Carlos Bastardo
Se rapidamente não existirem progressos ao nível do emprego jovem, iremos continuar a ver a geração mais habilitada da História, rumar para outras paragens que lhe possibilitem ver o seu valor reconhecido.
Carlos Bastardo Os riscos do OE 2018 25.10.2017 Carlos Bastardo 31
Não defendo o aumento da tributação das empresas numa altura em que é necessário continuar a criar emprego. Mas, se esse erro vier a ser consagrado no OE, então que se minimize o mesmo.
Carlos Bastardo 726.000.000.000 euros!  28.08.2017 Carlos Bastardo 2616
Recentemente, o Banco de Portugal divulgou os dados do endividamento da economia portuguesa relativos ao primeiro semestre de 2017. São números impressionantes e que não param de subir.