Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante, faça LOGIN
João Carlos Barradas
João Carlos Barradas 15 de julho de 2019 às 20:20

O fracasso de Ursula

As suspeitas que recaem sobre a gestão de Ursula von der Leyen à frente do Ministério da Defesa de Berlim são mais graves do que os crimes alegadamente cometidos por Azeredo Lopes e tornam pouco recomendável a eleição da candidata à presidência da Comissão Europeia.

A violação de procedimentos administrativos na contratação de consultores externos para avaliação de propostas de aquisições pelas Forças Armadas foi admitida por von der Leyen em Outubro

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês
Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 23:00
Saiba mais
pub

Marketing Automation certified by E-GOI