Ulisses Pereira
Ulisses Pereira 02 de setembro de 2019 às 11:10

O gélido verão da bolsa portuguesa

Na bolsa de Lisboa o clima foi ainda mais frio no verão, com quedas fortes a marcarem o último mês e meio.

Os portugueses queixam-se que tem sido um verão com temperaturas baixas, mas na bolsa portuguesa o clima foi ainda mais frio, com quedas fortes a marcarem o último mês e meio e com algumas das principais ações com acentuadas desvalorizações.

Ao segundo dia do mês de agosto, o PSI quebrou o suporte dos 5.000 pontos. A reação foi a esperada com a bolsa portuguesa a afundar-se rapidamente nas semanas seguintes. Aquele que era o suporte a que os touros se agarravam quando a situação era menos favorável, ruiu e os ursos aproveitaram para começarem a marcar terreno.

É verdade que não podemos dissociar este mau verão da bolsa portuguesa das quedas nos principais mercados acionistas internacionais e dos receios de uma recessão que encheram as primeiras páginas dos jornais. E a queda da economia alemã está intimamente ligada à forte queda das exportações para o Reino Unido, fazendo lembrar que o Brexit continua a fazer vítimas - políticas e económicas.

Mas comparar o desempenho do mercado português com os seus congéneres internacionais é constatar que, na última década, Portugal passou ao lado do longo "bull market" vivido no exterior, sendo que em breve irei dedicar um inteiro a refletir sobre esse período e as suas causas. O S&P, o mais importante índice do mundo, está apenas a 4% do máximo histórico e já demasiadas vezes enterraram o "bull market" demasiado cedo…

Com os touros a saírem do comando da bolsa portuguesa, vamos tentar perceber se os ursos têm capacidade para tomar conta do nosso mercado e arrancar para um novo "bear market", pois ainda não mostraram força suficiente para isso. As próximas semanas poderão fornecer novos dados e, neste mesmo espaço de opinião, irei analisar os sinais que forem surgindo. Setembro costuma ser um mês de grande volatilidade na bolsa portuguesa. Vêm aí emoções fortes.

Nem Ulisses Pereira, nem os seus clientes, nem a DIF Brokers detêm posição sobre os activos analisados. Deve ser consultado o disclaimer integral aqui


Comente o artigo através do Caldeirão de Bolsa


Analista Dif Brokers
ulisses.pereira@difbroker.com

Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI