Eduardo Cintra Torres [718.] "Diz Olá" 00:01 Eduardo Cintra Torres
O slogan diz exactamente o que queria dizer: o slogan diz olá e dá ordem para o observador dizer olá. E diz ao mesmo tempo Olá, a marca, e diz para o observador dizer Olá, a marca.
Joaquim Aguiar Para além de bem e mal 00:01 Joaquim Aguiar
Uma injecção (mesmo de capital) não resolve uma doença terminal. Onde ninguém confessa nem se arrepende não se muda de vida e o que ressuscitar será igual ao que morreu.
Jorge Marrão A relevância da selecção 00:01 Jorge Marrão
Estamos sem rumo nas instituições de poder. É preciso que nos surja outro problema ainda maior que a bancarrota para que se definam as novas águas que vamos navegar.
Colunistas Um espaço para outra economia 00:01 Fernando Ribeiro Mendes
Entre 2010 e 2013, a parte da Economia Social no emprego subiu, o que confirma a maior resiliência às crises económicas que a Economia Social possui, porque se trata de uma economia de pessoas e para as pessoas.
Camilo Lourenço É amnésia? Ou Alzheimer político? 00:01 Camilo Lourenço 558
Onde andam os hipócritas, dos partidos e fora deles, que há uns anos faziam um chinfrim desgraçado à volta destas questões e agora estão calados? Se calhar é Alzheimer... político. O preço chegará um dia!
Ontem
António Gomes Mota Empreender socialmente 19.07.2017 António Gomes Mota
A apologia do empreendedorismo social não pode nem deve ser menos exigente do que seu irmão empresarial, no conhecimento e nas competências a envolver, nos passos de gigante que é preciso dar entre uma boa ideia e um bom projecto.
Fernando Sobral Muitas venturas? 19.07.2017 Fernando Sobral
Ou seja, Passos Coelho abre a porta ao populismo como mantra do seu novo PSD. Vale tudo para conquistar o poder?
Pedro Santana Lopes Trinta anos 19.07.2017 Pedro Santana Lopes
Francisco Sá Carneiro tornou-se um ídolo de muita, muita gente, quando, na altura, talvez fosse só ídolo de alguma gente, na qual eu me incluía.
Camilo Lourenço Um francês "impressionado" é um perigo 19.07.2017 Camilo Lourenço 763
O comissário para os assuntos Económicos e Financeiros da União veio a Portugal dizer-se "impressionado" com o percurso económico do país. A tal ponto que Pierre Moscovici garante que o país vai crescer mais de 2,5% este ano.
Anteontem
Jorge Fonseca de Almeida Marketing e economia comportamental (II) 18.07.2017 Jorge Fonseca de Almeida
Os bancos conseguiram passar a ideia de que a sua atividade assenta na confiança. O consumidor que siga esta heurística da representatividade e conclua que se é assim qualquer banco é de confiança pode sair muito prejudicado.
pub
pub