Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante, faça LOGIN
André  Veríssimo
André Veríssimo 13 de janeiro de 2020 às 23:00

Mentiras de guerra 

A queda do Boeing 737 da Ukraine Airlines que a 8 de janeiro provocou a morte dos 176 ocupantes foi atribuída pelo regime de Teerão a "falha mecânica" e as caixas negras inicialmente retidas. No sábado, chegou o reconhecimento do que já se sabia: foi um míssil disparado pelas forças armadas iranianas que abateu o avião.

O embuste é de uma crueldade atroz. Só quando percebeu que as verdadeiras causas viriam ao de cima, o Governo iraniano admitiu a verdade e chegaram as "desculpas pelo desastroso erro". Cometido por um militar isolado, com o julgamento

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês
Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 23:00
Saiba mais
pub

Marketing Automation certified by E-GOI