Cronista
André Veríssimo Diretor

André Veríssimo é diretor do Negócios desde Novembro de 2017, tendo iniciado funções na direção em 2013. Antes foi editor de Mercados Financeiros durante seis anos. Licenciado em Comunicação Social pela Universidade Católica, foi jornalista de Internacional e Economia na revista Focus. Antes de se juntar à equipa do Negócios esteve três anos no Semanário Económico, onde foi editor. Recebeu por duas vezes o prémio de jornalismo económico do Santander Totta/ Universidade Nova de Lisboa na categoria de Mercados Financeiros. Nasceu em 1976 e vive em Lisboa.

André Veríssimo A UE a ser UE 20.05.2020 André Veríssimo
A proposta de Macron e Merkel para um fundo europeu de 500 mil milhões pode ficar na história. Se for avante, será a primeira vez que os líderes europeus acordam uma forma de mutualização da dívida. Mas o caráter extraordinário não chega para fazer desta medida um sucesso.
André Veríssimo Quem vai querer o capital do Estado? 19.05.2020 André Veríssimo
As empresas portuguesas fizeram um percurso assinalável de desalavancagem desde a crise anterior, com o endividamento a descer de 170% para pouco mais de 120% do PIB. Também a autonomia financeira (o peso dos capitais próprios no total do ativo) melhorou de 31% para 38%. Nos próximos meses, estes indicadores vão-se deteriorar fortemente. O que significa que será necessário empreender novo esforço para robustecer capitais próprios e desalavancar.
André Veríssimo Tirar o tapete e estender a passadeira 17.05.2020 André Veríssimo
Se trocar a Avenida Infante Dom Henrique pela Rua do Comércio, Mário Centeno será só um dos 25 membros do conselho do BCE e nem será o responsável pela supervisão dos maiores bancos portugueses.
André Veríssimo Novo Banco, velha polémica 11.05.2020 André Veríssimo
Fazer depender o financiamento do Estado ao Fundo de Resolução do resultado da auditoria especial ao Novo Banco é pura demagogia.
André Veríssimo A falta que a escola faz 07.05.2020 André Veríssimo
Os alunos regressam às aulas presenciais no próximo dia 18. Poucos, apenas os do 11.º e 12.º anos. Mesmo assim, parece haver pouca vontade de os receber. Em vez de manifestarem satisfação por a escola começar finalmente a retomar em pleno a sua função educativa e social, sindicatos e diretores de escola vêm erguendo uma montanha de dificuldades.
André Veríssimo O Ferrari das Finanças e o utilitário da Segurança Social 04.05.2020 André Veríssimo 65
O atraso no pagamento do lay-off simplificado é grave, não só porque viola um compromisso do Governo, mas porque compromete o propósito de aliviar a tesouraria das empresas numa altura em que tiveram uma quebra brutal de receitas ou mesmo receitas nenhumas.
André Veríssimo A negação da ciência 29.04.2020 André Veríssimo 24
A negação da ciência é uma das características do populismo do nosso tempo. A pandemia fê-la ressurgir com força redobrada. É também a expressão maior de um declínio civilizacional, de trevas que crescem em sítios que outrora foram de luz.
André Veríssimo E se as bolsas estiverem certas? 27.04.2020 André Veríssimo
Os investidores estão a apostar numa recuperação rápida da economia. As ações globais valorizam mais de 20% desde os mínimos atingidos a 23 de março, segundo o índice MSCI World. O que, em termos técnicos e na gíria do mercado, pode ser considerado um “bull market”. Isto com a economia a entrar nas profundezas de uma grande recessão...
André Veríssimo Choque petrolífero 21.04.2020 André Veríssimo 24
Já tínhamos juros negativos. Agora temos cotações do petróleo com sinal menos. Já havia investidores a pagar para emprestar, agora temos investidores a pagar para que alguém lhes compre o petróleo. O mundo está às avessas, cada vez mais. Mas se a primeira é uma tendência duradoura e sem fim à vista, os preços negativos na matéria-prima não vieram para ficar.
André Veríssimo Agora sem austeridade? 20.04.2020 André Veríssimo
A Moody’s já baixou a perspetiva para o “rating” dos bancos para “negativa”. A Fitch reviu em baixa o “outlook” de “positivo” para “estável”. Na segunda-feira, os juros de Portugal voltaram a afastar-se dos da Alemanha. Sabemos onde esta estrada nos leva. O primeiro-ministro deseja que não passe pela austeridade. Não garante. Não pode. Essa é uma decisão que não depende só de nós .

Marketing Automation certified by E-GOI