Cronista
Celso Filipe Jornalista

Nasceu em 1964 e é actualmente director-adjunto do Jornal de Negócios. Frequentou o 4.º ano do curso de Comunicação Social da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Começou a actividade como jornalista em 1986 na revista “África Hoje”, tendo depois transitado para a “África Confidencial”, uma publicação de circulação reservada a assinantes. Como jornalista passou depois pelos semanários “Tempo”, “Semanário” e “Expresso”. Entre 1995 e 2005 esteve no “Diário Económico” onde desempenhou as funções de editor e chefe de redacção. Entre 1998 e 1999 colaborou na Rádio Renascença com um comentário semanal sobre assuntos económicos. Em 2006 entrou no Jornal de Negócios como editor da secção de empresas.

Celso Filipe A brincar ao interior 21.10.2018 Celso Filipe
O comprimento máximo de Portugal é 548 quilómetros. A largura, também máxima, é de 218. Ou seja, cálculos grosseiros, o país pode ser percorrido de carro de uma extremidade a outra em quatro horas e meia, contando com uma média de 120 km/hora.
Celso Filipe Obviamente, Marcelo 16.10.2018 Celso Filipe
O Presidente Marcelo analisa de forma diferente do ex-comentador Marcelo. Para este último, o derradeiro Orçamento seria um maná de intriga política, de tensões e conflitos, tanto entre os partidos do poder como na oposição, a partir do qual seriam possíveis cenários de geometria variável e desfecho imprevisível.
Celso Filipe Uma remodelação de combate 14.10.2018 Celso Filipe
Nos últimos dias discutia-se se o Orçamento do Estado para 2019 teria, ou não, uma natureza eleitoralista. António Costa resolveu o dilema com uma remodelação governamental de perfil eleitoralista, assumindo o combate político que aí vem.
Celso Filipe Em vez de Orçamento vem aí o Governo eleitoralista 14.10.2018 Celso Filipe 41
A maldição da Horta Seca, segundo a qual nenhum ministro da Economia nomeado como independente chega ao fim do seu mandato, voltou a cumprir-se.
Celso Filipe Os italianos na ponta da bota 10.10.2018 Celso Filipe
“A nossa missão não é o ‘spread’ [da dívida], mas os cidadãos.” A frase é tocante. Forte do ponto de vista comunicacional. Evoca o princípio, inatacável, de que as pessoas devem estar em primeiro lugar.
Celso Filipe Jair, a árvore e a floresta 08.10.2018 Celso Filipe 49
Bolsonaro é apenas uma pessoa e as suas ideias, boas ou más, valeriam zero se estivesse a “falar para o boneco”. O que não se verifica. Antes pelo contrário. No domingo, 49.387.416 de brasileiros votaram no candidato do Partido Social Liberal (PSL), o equivalente a 46,05% dos eleitores.
Celso Filipe A EDP, o T3 e o T0 01.10.2018 Celso Filipe
Para o Executivo liderado por António Costa, atacar a empresa é uma estratégia que dá frutos em termos mediáticos e o transforma numa espécie de Robin Hood, contando nesta cruzada com o apoio dos parceiros da geringonça.
Celso Filipe A fonte da política 30.09.2018 Celso Filipe
O Governo vai aumentar os salários mais baixos da administração pública e eliminar o PEC (Pagamento Especial por Conta), uma reivindicação antiga das empresas. Estas medidas, dirigidas a duas corporações distintas, são plausíveis? Claro que sim.
Celso Filipe Táxis pelos ares 26.09.2018 Celso Filipe
Com as devidas salvaguardas, as plataformas electrónicas de transporte terrestre estão para os táxis da mesma forma que as “low-cost” estiveram para as transportadoras de bandeira. Desafiaram um monopólio, são mais ágeis, têm custos fixos menores devido à incorporação de tecnologia e apostam no serviço.
Celso Filipe O país depende de uma pessoa? 24.09.2018 Celso Filipe
A escolha do novo procurador-geral da República (PGR) foi o tema que comoveu o Portugal político durante os últimos meses. Os protagonistas encarregaram-se de dar uma natureza competitiva ao processo, comportando-se como claques.